quinta-feira, 2 de setembro de 2010

O começo do Benfica em 2010/2011

O Benfica começou bastante mal esta nova época. E este começo foi consequência de diversas situações, umas que já se previam, outras não!
Parece-me que era claro para todos nós que os jogadores que se encontravam a disputar o Campeonato Mundial iriam chegar mais tarde aos seus clubes e isso iria afectar a pré-época das equipas, que não podiam contar com os seus melhores jogadores.
Parece-me que era claro que Di Maria, Ramires e David Luiz seriam cobiçados por meio mundo e o mais certo era serem vendidos pelas cláusulas, embora o último não tenha sido vendido.
Parece-me claro que, após o Campeonato Mundial, o Fábio Coentrão iria ser cobiçado na medida em que referi no ponto anterior para os outros jogadores.
Parece-me claro que, sabendo-se que meia equipa iria estar ausente na pré-época e, assim, em poucas condições de ser utilizada a 100% no início de época, teria de se pensar numa estratégia de recurso e que esta poderia passar por uma táctica alternativa ou utilização de jogadores em posições diferentes.
Já não me parece claro que:
1. não se tenha concluído a compra de um ou dois extremos de forma atempada de modo a que os jogadores tivessem feito a pré-época com a equipa;
2. não se tenha utilizado a táctica utilizada na pré-época para iniciar o primeiro jogo "a sério", a Supertaça;
3. não se tenha concluído a compra de um defesa direito, quando só possuímos um defesa direito completo e bem assim já anteriormente adaptado (Maxi Pereira) - como óbvio não contamos com o jogador Luis Filipe.
Quero acreditar e acredito nas pessoas que actualmente defendem o Benfica, principalmente na área do futebol, no entanto, não posso deixar de as questionar quanto à preparação desta nova época, que me parece que foi um pouco em cima do joelho nalgumas temáticas.

Sem comentários: